Orientação e Mobilidade


A intervenção em orientação e mobilidade tem como finalidade a promoção do "conjunto de capacidades e técnicas específicas que permitem à pessoa deficiente conhecer, relacionar-se e deslocar-se com independência" (Meliden, 1981). Este processo desenvolve-se por diversas fases: ensino dos conceitos básicos para a orientação e mobilidade, ensino das técnicas de guia e de exploração de interiores, ensino da utilização da bengala e treino de deslocações em diferentes contextos.


Desde a antiguidade que existem relatos do uso de cajado, bastão ou vara para a locomoção de pessoas cegas, que tinha como objetivo o prolongamento do braço para destetar os obstáculos do espaço envolvente.


No entanto, só no século XX se registaram esforços concretos e valiosos para encontrar um meio seguro e eficaz para a locomoção dos deficientes visuais, especialmente na sequência das duas grandes guerras e da grande quantidade de soldados que regressaram a casa cegos e que era necessário reinserir na sociedade.


1930 – George Benham, presidente do Lion's Club do estado de Illinois, Estados Unidos, propõe o uso de bengalas brancas com extremidade inferior vermelha, com a finalidade de identificar o seu portador, de modo a suscitar eventuais ajudas pelos pedestres videntes e alertar os condutores de veículos.


1940 – O norte-americano, Dr. Richard Hoover, professor especializado no ensino de cegos, envolvido na reabilitação de militares deficientes, desenvolveu técnicas específicas de locomoção e criou um modelo uniformizado de bengala longa, hoje universalmente adotado.


1964 – A Federação Nacional dos Cegos dos Estados Unidos obteve no congresso norte-americano, a Resolução HR 753, que autoriza o Presidente dos Estados Unidos a proclamar anualmente o dia 15 de Outubro como o "Dia da Bengala Branca de Segurança".


1970 – Foi instituído o dia Internacional da "Bengala Branca de Segurança", sob iniciativa da Federação Internacional dos Cegos, em Paris.


Presentemente, a técnica de Hoover, devido à sua comprovada eficácia, é a única em vigor em todo o mundo.