A hipoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza os cavalos para treinar as competências e a autonomia das pessoas com deficiência.
 
Cuca e Café, dois dos mais mansos cavalos da GNR, trotam no picadeiro guiados pelo militar instrutor. Vão iniciar a tarde com um grupo de cavaleiros especiais: cinco pessoas cegas ou com baixa visão, utentes do Centro de Reabilitação Nossa Senhora dos Anjos (CRNSA), da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML). 
 
São quatro adultos e uma criança de sete anos, com cegueira adquirida. Vêm acompanhados por terapeutas e preparados para andar a cavalo, para fazer hipoterapia, uma forma lúdica e terapêutica de treinar competências e a sua própria autonomia. Este é, aliás, um dos principais objetivos do Centro de Reabilitação Nossa Senhora dos Anjos, segundo a sua diretora, Ana Margarida Magalhães. 
 
Com uma população de cerca de 22 utentes cegos e de baixa visão, este Centro tem como missão promover a reabilitação global e específica das pessoas com cegueira recente ou baixa visão, dotando-as de novas competências que lhes permitam readquirir as autonomias perdidas e reassumir um papel ativo na família e na sociedade. Para atingir estes objetivos, organizam várias ações.
 
A hipoterapia foi uma das escolhas de Ana Margarida Magalhães “para complementar as atividades de reabilitação”, esclarece. Com a colaboração da GNR- 3º Esquadrão Braço de Prata, conseguiu que o picadeiro se abrisse quatro vezes por mês para receber as pessoas que são acompanhadas no CRNSA.
 
“É com muito gosto que a GNR presta este serviço”, diz o capitão Gonçalo Reis. “É muito bom ver estas pessoas a sair daqui sempre com um sorriso no rosto”. 
 
Patrícia, de 43 anos, é uma das cavaleiras. Ficou cega e com várias dificuldades motoras, em consequência de um ataque de asma. Hoje, faz exercícios, em cima do cavalo, tão simples como erguer os braços, que não consegue fazer quando está de pé porque se desequilibra. “É muito bom, as nossas pernas são o cavalo”, diz. ”Andar a cavalo relaxa, dá-me bem-estar. Gostava muito de continuar.”
 
Sónia Grilo, técnica superior de educação especial e reabilitação, confirma que a hipoterapia “trabalha o equilíbrio, o tónus muscular, a orientação e a postura” das pessoas com os mais variados tipos de deficiência. 
 
Pedro Roma, de 28 anos, cegou aos 23 em resultado da diabetes. Para ele, andar a cavalo “é muito bom, relaxa muito.” Sente que se estabelece “uma ligação especial” entre os cavalos e as pessoas com deficiência. “A tranquilidade com que os cavalos nos levam faz-nos pensar que eles sabem que se tratam de pessoas diferentes”, diz. 
 
Também na opinião de Renata Salvador, técnica de reabilitação e inserção social, a hipoterapia “tem muitas vantagens” e, relativamente às crianças, proporciona-lhes “experiências diferentes”.
 
Isabel, de sete anos, nasceu cega. Nunca tinha tocado num cavalo. Ao montar e acariciar o cavalo, conseguiu transpor a ideia da sua imaginação para a realidade. Desceu alegre e com vontade de repetir, como todos os outros que aproveitaram a experiência.
 
19 de maio de 2015

 

Destaques

Prev Next

Um Herói sem Capa

Hits:598

  Samuel Natário cegou há quatro anos. O céu caiu-lhe em cima, mas não desistiu. Reaprendeu a viver por si e pela sua filha. Esta é a sua história.   Ainda antes de...

Jornada Etnográfica – Alentejo e Algarve…

Hits:655

Neste trimestre e em função de vários utentes do CRNSA serem oriundos do sul de Portugal, foi decidido que a já tradicional semana gastronómica temática seria dedicada ao Alentejo e...

Visita ao Recolhimento de Lázaro Leitão

Hits:1677

Passada a porta entra-se num átrio, a antiga portaria, podendo observar-se na parede da esquerda o lugar da “roda”, ponto de comunicação com o exterior, para abastecimento da casa, saída...

Agradecimento de Pedro Roma

Hits:1636

Depois destes meses de partilhas e entre ajudas, chegou a hora. Em toda a minha vida, passei momentos únicos e inesquecíveis que me vão ficar na memória para sempre, e neste...

Festas na Quinta

Hits:1593

No passado dia 15 de Julho, o Centro de Reabilitação Nossa Senhora dos Anjos proporcionou a alguns utentes, juntamente com o grupo de jovens que integram o Programa de Verão,...

Aniversário CRNSA 2015

Hits:1598

No dia 27 de Maio de 2015 comemorou-se quinquagésimo terceiro aniversário do CRNSA. A festa foi tranquila e intimista, dedicada aos utentes e funcionários, e constou de um almoço convívio...

Os cavalos também cuidam

Hits:1827

Os cavalos também cuidam

A hipoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza os cavalos para treinar as competências e a autonomia das pessoas com deficiência.   Cuca e Café, dois dos mais mansos cavalos...

CRNSA na Semana da Mobilidade

Hits:2030

O Centro de Reabilitação Nossa Senhora dos Anjos participou na Semana Europeia da Mobilidade, este ano dedicada ao tema “As nossas ruas, a nossa escolha”, tendo como objetivo promover a...

Agradecimento de Rodrigo Boto

Hits:2283

13 de Maio de 2014 Hoje é dia de Nossa Senhora de Fátima, mas para mim este dia é dia de todas as suas representações. Por isso, hoje é dia de...