Quando o Coração Vê

As crianças cegas têm agora um centro de reabilitação criado em Lisboa pela Santa Casa da Misericórdia. Algumas delas têm também problemas oncológicos. 


O Linha da Frente mostra como são educadas para enfrentar o dia-a-dia tal e qual como qualquer criança.
A aprendizagem das tarefas fundamentais é comparada com a vida de uma jovem cega de nascença que dança Tango, uma dança onde as mulheres dançam de olhos fechados.


Ao longo da reportagem percebe-se como as crianças são ensinadas a reconhecer os objetos e fazer todas as tarefas comuns às suas idades.


As mães das crianças cegas contam as suas experiências e pedem para a sociedade ser mais colaborante, porque um cego pode fazer quase todas as atividades de uma pessoa não cega.


Nesse caminho está a Câmara Municipal da Amadora que tem admitido trabalhadores com deficiências, incluindo cegos.
A reportagem "Quando o Coração Vê" é o retrato de uma realidade difícil mas cheia de esperança no lema: todos diferentes todos iguais. - Veja a reportagem seguindo este link.