Pós-reabilitação Ativa

O programa Pós-reabilitação Ativa é uma resposta do CRNSA que visa a ocupação, a consolidação de competências, o enriquecimento pessoal e a integração social.

Destina-se a utentes do CRNSA que já tenham terminado o processo de reabilitação e a pessoas cegas ou com baixa-visão residentes em Lisboa que se encontrem sem ocupação e que não encontrem respostas mais adequadas.

É uma resposta constituída por um conjunto de ateliês independentes, orientados pelos técnicos do CRNSA, que poderão ser complementados por outras atividades que em cada momento sejam desenvolvidas por voluntários.

 

Ateliês

Estimulação Cognitiva – Jogos e atividades de estimulação da atenção, memória e representação mental, realizados em grupo e em ambiente lúdico.

  • Frequência: uma vez por semana.
  • Duração: uma hora.
  • Capacidade: mínimo de 4 pessoas e máximo de 6.
  • Critérios de admissão: ter no mínimo o 1º ciclo de escolaridade; não ter comprometimento cognitivo grave.

 

Informática – Espaço dedicado à consolidação de conhecimentos, à utilização e à exploração de equipamentos informáticos adaptados à pessoa cega.

  • Frequência: uma vez por semana.
  • Duração: duas horas.
  • Capacidade: 2 pessoas.
  • Critérios de admissão: ter terminado com sucesso o programa de reabilitação em TIC ou ter um conhecimento informático que lhe seja equivalente; ter computador pessoal.

 

Artesanato – Espaço dedicado à aprendizagem de técnicas artesanais e à criação supervisionada de peças de artesanato em materiais como tecido, corda, lã e trapilho.

  • Frequência: uma vez por semana.
  • Duração: duas horas.
  • Capacidade: 4 pessoas.
  • Critérios de admissão:não aplicável.

 

Artes Decorativas e Restauro – Espaço dedicado à aprendizagem e aplicação de técnicas de decoração e restauro de pequenos objetos.

  • Frequência: uma vez por semana.
  • Duração: duas horas.
  • Capacidade: 4 pessoas.
  • Critérios de admissão:não aplicável.

 

Cozinha – Espaço dedicado à aplicação e consolidação de técnicas de cozinha seguras para a população com limitações visuais.

  • Frequência: uma vez por semana.
  • Duração: três horas.
  • Capacidade: 3 pessoas.
  • Critérios de admissão:: ter terminado com sucesso o programa de reabilitação e não ter comprometimento cognitivo grave.

 

Atividade Motora – Aula dedicada ao exercício físico adaptado com o objetivo de manutenção física, de manutenção dos requisitos para a mobilidade e da promoção do bem-estar.

  • Frequência: duas vezes por semana.
  • Duração: duas horas.
  • Capacidade: 4 pessoas.
  • Critérios de admissão:declaração de Médico de Família onde conste o estado de saúde geral e a viabilidade da prática de exercício físico, indicando eventuais restrições, nomeadamente a nível ocular, com data inferior a 2 meses da admissão.

 

 Inscrição

A inscrição será feita através de preenchimento do formulário de Inscrição em Pós-reabilitação Ativa no site do CRNSA (http://www.crnsa.org/index.php/inscri/inscricao-pos-reabilitacao-ativa), devendo o candidato indicar os dados pessoais, a motivação e os ateliês que pretende frequentar.

 

 Critérios de Admissão

  • Cumprimento dos critérios de admissão específicos de cada ateliê (caso eles existam).
  • Capacidade para frequentar com proveito as atividades.
  • Motivação genuína para as atividades propostas.
  • Aceitação do regulamento do CRNSA.
  • Historial de adequação, respeito pelas normas e adesão à aprendizagem ao longo do processo de reabilitação (no caso dos ex-utentes da reabilitação).
  • No caso de utentes que não tenham feito reabilitação poderá ser exigida uma avaliação presencial.

 

Normas de Funcionamento e Duração

  • O funcionamento do Pós-reabilitação Ativa rege-se pelo regulamento do CRNSA em todos os aspetos que não são especificados neste documento.
  • A inscrição no Pós-reabilitação Ativa será feita por períodos letivos com duração de 10 meses, a iniciar em Setembro e a terminar no fim de Junho do ano seguinte.
  • No final de cada ano letivo, o utente poderá fazer nova inscrição para o ano seguinte, não havendo limite para as vezes que poderá fazer esta renovação.
  • Os utentes poderão inscrever-se em qualquer altura no decorrer do ano letivo, sendo essa inscrição válida apenas até ao final do mesmo.
  • No caso dos ex-utentes da Reabilitação será obrigatório um intervalo mínimo de seis meses entre o fim da Reabilitação e o início da frequência de atividades de Pós-reabilitação. No entanto, poderá haver uma dispensa excecional deste intervalo em casos em que a avaliação da equipa técnica do CRNSA o considere inequivocamente benéfico.

 

Gestão de Vagas

  1. Os utentes que nunca beneficiaram da resposta terão prioridade sobre os que dela já beneficiaram.
  2. Em situação de igualdade em relação ao primeiro critério, os ex-utentes de reabilitação terão prioridade sobre potenciais interessados que nunca tenham frequentado o CRNSA.
  3. De entre os utentes repetentes, terão prioridade os que beneficiaram da resposta durante menos tempo.
  4. Em caso de igualdade na duração do usufruto da resposta em períodos anteriores, terão prioridade os utentes que foram mais assíduos, interessados e que dela tenham retirado maior proveito, sendo essa avaliação feita caso-a-caso pela equipa do CRNSA.

  

Gestão de Faltas

  • Três faltas não justificadas em qualquer das áreas poderão levar ao cancelamento da inscrição no Pós-reabilitação Ativa.
  • Dois meses de ausência, mesmo que justificada, poderão levar ao cancelamento da inscrição no Pós-reabilitação Ativa.
  • Um padrão de participação errático (faltas frequentes, atrasos, pouca adesão às propostas feitas, falta de motivação e interesse), mesmo que não cumpra na íntegra nenhum dos critérios anteriores, poderá levar ao cancelamento da inscrição no Pós-reabilitação Ativa.